Blog

VOCÊ JA OUVIU FALAR DE TEMPERATURA DE COR DE LAMPADA LED? 11 jun. * Sem categoria

VOCÊ JA OUVIU FALAR DE TEMPERATURA DE COR DE LAMPADA LED?

Temperatura de cor

Lâmpadas LED não esquentam, portanto não estamos falando de temperatura da lâmpada em si, mas da cor dela. Esse índice é medido em kelvin e varia de 1.500k a 10.000k e vai representar a variação da tonalidade da luz.

O conceito é parecido com cores em geral. É muito comum você ouvir os arquitetos e decoradores falarem em cores quentes e frias quando vão definir a tinta da parede, por exemplo. Cores com base amarela são consideradas quentes e com base azul são chamadas cores frias.

Portanto, lâmpadas de tonalidade mais amarelada são consideradas quentes enquanto as mais azuladas são consideradas frias.

No entanto, é preciso observar que, na escala kelvin, quanto menor o valor, mais quente é a cor da lâmpada.

 

As aplicações

Em via de regra, cores quentes são mais relaxantes e cores frias mais excitantes. Assim sendo, essa informação é fundamental para definição da lâmpada adequada para cada ambiente.

Quando estamos lidando com uma residência, dificilmente se recomenda lâmpadas com kelvin muito alto, mesmo em ambientes de trabalho, como cozinha e lavanderia.

Afinal, uma das sensações mais importantes que buscamos em nossas casas é o aconchego. E essa sensação é melhor alcançada em ambientes iluminados com lâmpadas de cores mais quentes.

É um grande erro pensar que lâmpadas brancas iluminam mais. Psicologicamente, inclusive, as cores mais frias induzem a sentimentos de melancolia e tristeza. Muitas vezes, a sensação incômoda que experimentamos quando estamos em algum ambiente pode estar sendo provocada pela cor da lâmpada. Mas nem sempre nos damos conta disso.

Nós da Conseil Arquitetura geralmente gostamos de trabalhar com lâmpadas de 2.700k para os ambientes em geral, inclusive banheiros. Na cozinha e lavanderia, caso o cliente se sinta mais confortável, recomendamos lâmpadas de 3.000k, afinal tratam-se de ambientes mais agitados por definição.

 

Considerando o contexto

A temperatura das lâmpadas é somente um fator dos diversos que compõe um projeto e afetam no seu resultado final.

As lâmpadas LED são encontradas em vários formatos diferentes, por exemplo, fitas, lâmpadas que substituem as antigas halogenas ou dicroicas e placas de LED.

A escolha dos materiais de acabamento de piso e paredes também vão influenciar na impressão final dos ambientes. Inclusive outro fator a ser considerado é o chamado IRC das lâmpadas, ou seja, o Indice de Reprodução de Cor. Toda lâmpada LED tem seu IRC e o ideal é que seja o mais próximo possível de 100, pois isso vai preservar a aparência das cores dos objetos. É muito comum acontecer supresas no momento da pessoa escolher um revestimento ou papel de parede, por exemplo. Na loja ele está lindo, mas em casa parece ser outro produto. Isso frequentemente acontece por conta da iluminação da casa, que é completamente diferente da loja.

Normalmente, nos ambientes comerciais, são utilizadas lâmpadas com alto índice de IRC. Muitas vezes, as pessoas confundem essa questão com a cor da lâmpada por desconhecerem a existência desse índice.

 

Fique por dentro das novidades e dicas. Assine a nossa NEWSLETTER


Desenvolvido por Unius